Pitacos Fashion

Pitacos sobre moda, arte, cultura e muitas outras coisas. Welcome!

Subscribe to Pitacos Fashion Add to Technorati Favorites Add to Del.icio.us Favorites

Archive for abril, 2011

abr 29

O QUE ACHEI DO CASAMENTO REAL – por Dani

Lindo! Obviamente. Ao contrário do que vemos e pensamos no Brasil, muitas convidadas de tons pastéis quase brancos. Mas quando a noiva é uma (quase) princesa, não tem disputa por atenção, vamos combinar. Chapéus: acho chic! Principalmente por ser de dia, embora não fosse ao ar livre. Mas isso também é um hábito da cultura do país. Foi THE acessório do evento. E os comprimentos dos vestidos foram outro show à parte. Super apropriado ao horário, ao evento e à todo o contexto. Tudo tinha um porquê, desde as flores do buquê às raças dos cavalos reais.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

 

E a rainha de amarelo? Não encontraria cor mais apropriada, brilhante como o sol, o topo da pirâmide monárquica que representa, num contraste suave à sua pele. Faltou ostentação? Lembrem-se da recessão econômica. Muito bem pautado nos detalhes das vestes não só da rainha como, inclusive, da mãe e da irmã da noiva.

 

E o que mais fez nossos olhos brilharem: o vestido da noiva. Absurdamente lindo na simplicidade. Coerente à imagem da agora Princesa Catherine e ao tempo que ela representa. Ela é a protagonista de um conto de fadas da era hi-tec. Não poderia ser de outra grife senão Alexander McQueen. Embora o que chamou mais atenção foi o tomara que caia sobreposto por renda, o detalhe mais forte foi a cintura demarcada por uma ilusão de casaqueto sobre o quadril. Uma cauda suave, bem século XXI. Gostei muito da escolha dela assim como foi acertada a escolha da imortal Lady Di. Cada princesa em seu tempo, quando o super volume era a marca do momento em 1981. Mas essa é Kate. Acredito que ela apenas continuará, ao lado de William, o legado deixado por Diana. A princesa do povo.

Beeeeeeeejo! Dani

CASAMENTO O VEREDICTO… – por Giovana

Depois de muita espera e especulação, finalmente saiu o casamento de Kate e William

Amei o vestido discreto mas elegantérrimo de Kate….Feito por Sarah Burton, da Alexander McQueen, ele traz um glamour e elegância do passado, das divas…Muito parecido com o vestido de casamento de Grace Kelly, com rendas, mostrando romantismo e delicadeza e com um corset mais decotado, muito bacana, pois ficou mais contemporâneo, mais leve, mais fresco…. Pra finalizar uma cauda  discreta…E o mais importante pra resumir é que tem tudo a ver com o estilo da noiva!!!

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

 É o perfeito exemplo de que realmente menos é mais…O segredo está nos detalhes, valorizando a silhueta, bem feminina.

Gostei muito também da cintura marcada e saia evasê…(me lembra a silhueta do new look da Dior)

O cabelo estava interessante por fugir do tradicional….E mais uma vez enfatiza seu lado romântico pelos cachos soltos…(Tenho certeza que vai gerar muitas controvérsias!!!).A maquiagem, pra quem não sabe, foi feita pela própria Kate.Uma dica pra quem fica em dúvida na hora do casório, aposte no certo, aquilo que já fica bem em você, como a Kate fez!!!!

Os brincos delicados também combinaram e não ofuscaram a tiara Cartier de 1936 emprestada pela Rainha….

Os convidados, especialmente as convidadas, estavam em sua maioria com vestidos casacos dando uma certa simplicidade….Para dar a finalização aos looks, todas estavam com seus devidos chapéus obviamente uma tradição dos eventos da realeza britânica…

Pra finalizar, a Rainha Elizabeth II, precursora do color blocking (rsrsrs), surgiu com um modelo amarelo canário, que achei interessante e apropriado para a posição que exerce.

De qualquer forma, o casamento, além de ser um sopro de ar fresco para a imagem da monarquia britânica, retoma a era dos contos de fadas, afinal o romantismo nunca sai de moda.

beijinhos Giovana

PITACOS SOBRE O CASAMENTO REAL… – Por Lili

E, como hj, os donos do mundo são Kate e William, haha, não posso deixar de dar os meus pitacos do que achei do casório. Mas antes de começar a colocar meu dedo no casamento dos outros, a título de curiosidade apenas, vcs sabem como surgiram os primeiros reis? Então: Diz a lenda que desde que o homem desenvolveu a agricultura, os bandos relativamente igualitários de caçadores-coletores foram dando lugar a sociedades maiores e mais complexas, que, se não exigiam, ao menos ofereciam espaço para uma autoridade central. Nasciam assim os primeiros reais e, com eles as primeiras tiranias

Voltando ao casório, vamos aos meus pitacos:

O Vestido: Kate optou por um vestido clássico assinado por Sarah Burton, sucessora de Alexander Mc Queen. Achei o vestido lindo! O corpo com estrutura tomara que caia e mangas em renda deram um ar romântico a produção. O vestido marcava bem a cintura e a cauda minimalista vai bem de acordo ao estilo de Kate.

Pude perceber semelhanças com o vestido de Grace Kelly.

Foto: Google Images

 

O Buquê: Foi elaborado pelo florista responsável pela ornamentação arbórea da Abadia de Wesminster. Na linguagem florista, o que representa cada uma das flores incluídas no buquê?

“Sweet William” – representam o galanteio,

lírios do vale – simbolizam a volta da felicidade,

jacintos – indicam a constância no amor.

mirto – representam o casamento e o amor

Achei que o buquê seguiu o restante da produção: CLEAN! Gostei muito.

A Tiara: A tiara Cartier não era aquela coisa caricata de princesa, sabe? Era muito delicada. Adorei a escolha!

 

O Véu: Achei que mesmo dificultando um pouco a visão do rosto de Kate,  o uso era necessário por conta da tradição. Como a tiara era muito delicada, o caimento do véu foi perfeito.

 

O Cabelo: Foi a única coisa que não gostei! Achei que estava muito “lambido” na frente. Acredito também que este tipo de cerimônia pede a formalidade do cabelo todo preso. Mas, como andam dizendo, foi pedido do Príncipe William Kate estar de cabelo solto.

 

E vocês, o que gostaram ou mudariam na produção de Kate, ops! Agora Princesa Catherine?

Bjos, Lili

Escrito por Gi Menni em 29 abril, 2011 | Tags: , ,

abr 26

Quando resolvi tirar meu ano sabático em São Paulo, eu tinha apenas uma coisa em mente. Queria mergulhar, entender, conhecer, estudar este fascinante mundo da MODA. Eu sabia que não queria me aprofundar na área de estilismo porque, afinal, tenho bom-senso e não sei desenhar nem casinha, quem dirá desenvolver uma coleção inteira! A questão é que eu me sentia um pouquinho perdida porque só saber que gostava de moda não era o suficiente! Precisava saber por onde começaria, que cursos faria.

Aqui em Brasília temos um lifestyle, digamos assim, um pouco diferenciado. A cidade respira política, os cursos de Direito têm suas salas lotadas e a busca por uma vaga no serviço público é o desejo de 8 entre 10 brasilienses (estatística minha, tá? hahaha). Por conta desta rotina “levemente burocrática”, Brasília tem uma moda bem peculiar. Considerando que a rota principal da maioria dos Brasilienses consiste em Ministérios, Tribunais e Congresso Nacional, as mulheres estão sempre formalmente vestidas com suas camisas, calças de alfaiataria, saias lápis um pouco acima do joelho e scarpins. E como é que eu, uma típica brasiliense, que também formou-se em direito e tornou-se servidora pública, foi se interessar por moda?

Haaaaaaaaaaaa, essa resposta eu também não encontrei. Fui buscar as mais remotas memórias desde a minha infância e o que me lembrei foi que sempre gostei de ficar observando minha mãe se arrumar para ir trabalhar, me preocupava com as roupitchas que usaria nas festinhas da escola, além de adorarpitacar nas produções das minhas friends.

E como finalmente decidi que cursaria Consultoria de Imagem? Então, quando cheguei em São Paulo, já tinha feito uma pesquisa sobre algumas boas escolas que ofereciam cursos livres na área de moda, e o SENAC foi minha primeira parada (o blog Oficina de Estilo teve grande importância nessa pesquisa). Quando li o cronograma do curso de Consultoria, tive a certeza de que era por ali que começaria. E hoje posso dizer que acertei em cheio. Consigo me lembrar do primeiro dia de aula.

Pela primeira vez eu estava com pessoas que tinham exatamente os mesmos interesses e curiosidades que as minhas! Naquele dia, a minha sensação era de realização plena. E a Gi e a Dani compartilham comigo, aqui no Pitacos, todo o prazer que tenho em dividir tudo o que aprendi, aprendo e aprenderei nesta minha grande paixão que se tornou a Consultoria de Imagem!


 

Beijos,
Lili

 

Escrito por Lili de Deus em 26 abril, 2011 | Tags: , ,

abr 17

Pronto, chegamos!

Agora sim o Pitacos Fashion começa sua nova fase. Mais consistente e com mais gente para dar pitacos à vontade aqui!

Pois é, pra quem andou lendo, sabe que muitas coisas aconteceram. Eu, Danielle, que comecei essa loucura de blog, andei por aí e conheci muita gente interessante. Lá no curso de Consultoria de Imagem, conheci pessoas lindas, mas algumas que só poderiam mesmo ter formado um tal Quarteto Fashion Fantástico. Eu, Gi, Lili e o Fê. Não tive dúvidas que seria incrível se eles pudessem vir compartilhar Pitacos com a gente!

E agora, a Giovana e a Lilian estão comigo aqui para trocarmos muito mais ideias. Vejam aqui quem somos devidamente. O Felipe não é muito ligado às tecnologias, muuuito de vez em quando lembra de nos mandar um e-mail pra saber as novidades, mas duvido que ele leia nossas respostas! kkkkk De qualquer forma, ele estará presente aqui, em tudo o que falarmos e lembrarmos nessa trajetória que estamos traçando. Afinal ela só começou porque nós, que morávamos longe, chegávamos mais cedo e nos encontrávamos na biblioteca do Senac. Foi aí que começou esse troca-troca de pitacos.

Lembro que eu havia faltado na segunda aula por causa de uma chuva de verão, daquelas que fazem aqueles estragos bem conhecidos dos paulistas, e quando cheguei na outra aula, lá estava o Fê na biblioteca. Perguntei como havia sido a aula e que não estava entendendo o que tinha sido passado. Era um desenho, e, só pra lembrar, tenho duas mãos esquerdas para desenhos… Do outro lado da mesa estava a Lili, ouvindo seu iPod e lendo uma revista. Ela se encontrava com a Gi no caminho para o ponto de ônibus nas ruas desertas da Lapa. Depois a Gi, com muito esforço, fugia da loucura da produção do teatro que estava trabalhando, chegava mais cedo e lá nós tricotávamos, sonhávamos e ríamos. Muito! E nasceu e cresceu uma amizade. A distância tem sido nossa inimiga, mas a gente tem Twitter, Facebook e agora o Pitacos (que também tem Twitter!). Queremos estar cada vez mais unidas! Vocês também podem nos seguir, ali do ladinho tem nossos links! Prometemos ser bem legais, tá?! =D

Bom, sejam bem vindos a essa nova fase! Esperamos poder ajudá-los com dicas de moda, arte, cultura, lazer, etc. Fiquem à vontade em perguntar, mas principalmente, em dar pitacos!

 

(P.S.: Queremos deixar aqui registrado nosso agradecimento ao Maicol, que preparou essa nova casa e a deixou linda assim! ‘Brigada, amigo! )

Escrito por Dani Argibay em 17 abril, 2011 | Tags: , , ,